(21) 2502-5252

Rio de Janeiro: (21) 2502-5252  |

 Whatsapp: (21) 96458-0537

Uniprag em outros estados: 0800 704 1528

Redes Sociais:
  

Rio de Janeiro:

 Whatsapp:

Central de Atendimento:

Maricá em ALERTA Conta a Febre Amarela!

A febre amarela fez sua primeira vítima na região metropolitana do Rio de Janeiro. Um paciente de Maricá que estava internado faleceu dia 19/04. Ele estava com suspeita de febre amarela e seu sangue foi coletado para exames.

As amostras foram enviadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Rio de Janeiro (Lacen) e ao laboratório da Fiocruz, onde são realizados testes específicos para detectar a febre amarela

Depois das análises, a Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro confirmou que o paciente estava com febre amarela.

Ele estava internado no Hospital Evandro Chagas (hospital da Fundação Oswaldo Cruz) e havia sido transferido dia 18 de uma unidade da UPA de Inoã (Maricá), mas não resistiu.

Ao todo, são 10 casos de febre amarela confirmados no Estado do Rio de Janeiro, com 2 mortes. Só em Casimiro de Abreu (Baixada Litorânea) foram 7 casos e 1 morte. São Pedro da Aldeia (Região dos Lagos), São Fidélis (Norte Fluminense) e Porciúncula (Noroeste do Estado) fecham a estatística, que sobe para 11 casos e 3 mortes com o caso de Maricá (Região dos Lagos).

Além disso, macacos foram encontrados mortos nos municípios de Campos dos Goytacazes (Norte Fluminense) e São Sebastião do Alto (Região Serrana do Rio), todos com febre amarela.

Vacinação Contra a Febre Amarela em Maricá

A prefeitura de Maricá já traçou um plano de vacinação contra a febre amarela para proteger a população.

O paciente que morreu vivia na zona rural de Maricá (Bananal), por isso a vacinação também visa proteger as zonas rurais da cidade. Ao todo, oito bairros rurais terão a vacinação intensificada:  Bananal, Espraiado, Ponta Negra, Jaconé, Bambuí, Guaratiba, Manoel Ribeiro e Marinelândia.

Maricá passa a figurar na lista das cidades estratégicas para vacinação da população fluminense (são 65 municípios agora).

A vacinação no Posto Central de Maricá continua. Pessoas que estejam se deslocando para regiões com febre amarela têm prioridade.

Posto de Saúde Central continua a vacinação contra a Febre Amarela.

A meta da Secretaria de Saúde de Maricá é vacinar 130 mil pessoas em 1 mês. Segundo dados da própria Secretaria, 80% da população da cidade já foi imunizada. Agora equipes vão até famílias que moram mais afastadas nas zonas rurais para que também recebam a vacina.

Mais Postos para Vacinar Contra a Febre a Amarela

A Secretaria de Saúde em Parceria com a Secretaria de Educação de Maricá abriu mais quatro postos. Agora a população de Maricá pode se vacinar contra a febre amarela nas escolas municipais Brasilina (Silvado), João Pedro Machado (Manoel Ribeiro) e Alfredo Nicolau (Marquês). Além das escolas, a Igreja Batista de Ubatiba também virou um posto avançado. O horário de vacinação em todos esses novos postos começa às 10h.

A vacinação no posto central de Maricá ocorre das 8h às 17h, mas é necessário pegar senha. Ao todo, são 500 senhas diárias, 250 na parte da manhã e 250 na parte da tarde. O posto fica na rua Clímaco Pereira 375.

ALÉM DO RIO DE JANEIRO, VOCÊ ENCONTRA NOSSA QUALIDADE EM TODOS ESSES ESTADOS.

Ou envie-nos uma mensagem pelo formulário abaixo: